127 horas

Ontem vi “127 hours”. É bom filme com bela edição e atuação soberba do menino James Franco, mas até aí ser indicado ao Oscar, hummmm…

Ok, admito que transformar o atroz e doloroso confinamento de Aron, preso em uma minúscula fenda no meio de um deserto em um filme de quase duas horas, é tarefa para diretor “bão” — exatamente como o Boyle.

Os flashbacks existenciais são primorosos e achei absolutamente criativa a transliteração — do livro para o cinema — da exaustão física e emocional do personagem. Ainda assim fique com a sensação de que, pela indicação ao Oscar, o filme ficou devendo.

127 foi o terceiro dos 10 indicados que vi até agora. Minha maratona continua nos próximos dias com o super indicado “The King´s Speech.”

TRAILER DE 127 HORAS

Um comentário sobre “127 horas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s